Qual o pior cliente para um processo de Constelação?

Muitas vezes nos deparamos com pessoas que em vão busca de um atendimento em Constelação Familiar em uma posição de vítima. Desta forma, ela não consegue olhar para o que aconteceu e entender que tem sua parcela de responsabilidade. Vítimas entendem que os outros a maltrataram e por isso devem para sempre algo a ela. Esta pessoa não foi em busca da solução, foi em busca de mais um aliado. Cabe ao Constelador manter sua postura e não acreditar na versão da história contada, mas na realidade dos fatos e suas consequências. Também é necessário olhar os “agressores” com dignidade e não com acusações, para que uma solução possa ser possível. Quando uma pessoa busca por um atendimento em Constelação, não somente ela deve ser vista, mas todo o seu sistema.
Um abraço, Milton Gobbo e Equipe.